fbpx
0

Blog

7 coisas que você precisa saber para ter sucesso com filmes publicitários

Os filmes publicitários sempre fizeram parte das campanhas de marketing e continuam fazendo, tanto no mundo digital quanto nas mídias offline. Dados da Hubspot mostram, por exemplo, que 500 milhões de pessoas assistem, diariamente, a vídeos no Facebook e que 69% dos profissionais de marketing utilizam conteúdo desse tipo.

Ainda assim, criar vídeos de sucesso e que, realmente, se convertam em bons resultados representam um desafio para muitos gestores de marketing. Produzir conteúdo em vídeo e não obter o resultado esperado é mais comum do que você imagina. Contudo, esse não precisa ser o caso da sua empresa.

Com alguns cuidados, é completamente possível criar materiais impactantes e alcançar retorno satisfatório nas campanhas. Quer saber como ter sucesso com filmes publicitários? Então, confira estas 7 coisas que você precisa saber!

1. Conhecer seu público é o primeiro passo

Como em qualquer campanha publicitária, não adianta criar conteúdo sem conhecer a sua audiência. Elaborar vídeos com fins comerciais sem o direcionamento correto, quase sempre é sinônimo de dinheiro jogado fora. Antes de iniciar a produção, procure refletir sobre o seu destinatário, por meio de questionamentos.

  • Quem é a sua persona?
  • Em qual estágio do funil ela se encontra?
  • Qual é o canal mais consumido pela sua audiência?

Lembre-se de que, atualmente, a tendência do marketing é ser o mais específico possível. Não adianta mais trabalhar com uma faixa geral de público. Foque nas pessoas certas e produza vídeos direcionados a elas. Isso aumentará as suas chances de sucesso.

2. Boas histórias são o coração dos filmes publicitários

Praticamente todo mundo gosta de acompanhar boas histórias. Quando o vídeo tem uma, as chances de ele prender a atenção do potencial consumidor são grandes. Aposte no storytelling como ponte para criar conexões com o público e despertar nele o desejo de assistir a produção até o fim.

É claro que os vídeos podem ser formatados de maneiras diferentes, nem sempre seguindo o padrão de contar uma história. Muitas vezes, eles são, por exemplo, um depoimento ou uma explicação.

Entretanto, o que eles precisam ter em comum é um roteiro bem elaborado. Coloque-se no lugar do receptor da mensagem e pense se você acompanharia o material até o fim ou se sentiria vontade de fechar o vídeo.

3. O início do vídeo é crucial

Os primeiros segundos do vídeo representam o momento em que quem está assistindo decide se vai continuar vendo ou não. A verdade é que se o início não agrada, a maioria das pessoas nem perde tempo com o restante. Portanto, se você quiser criar vídeos de sucesso, é necessário dar atenção especial ao começo do material.

Certifique-se de criar uma abertura criativa, única, com produção e edição impecáveis. Obviamente, o restante do vídeo também importa e o filme deve seguir o mesmo padrão de qualidade até o fim. No entanto, ter boa qualidade não é o suficiente para o começo: ele deve ser, no mínimo, surpreendente e encantador.

4. É preciso ir além do convencional

A internet — sobretudo as redes sociais e o YouTube —, a TV, as lojas e os shoppings estão cheios de vídeos de assuntos diversos. É tanto conteúdo que as pessoas, muitas vezes, não dão mais atenção a eles. Nesse sentido, se você quiser criar impacto, precisará fugir do convencional.

Evite vídeos publicitários que tentam vender o produto a qualquer custo ou que imponham uma ideia ao cliente. Saia do lugar-comum e abuse da criatividade para encantar o seu público.

Dê preferência a vídeos que, de forma indireta e sutil, despertam a curiosidade da audiência em relação à empresa e ao seu produto. As produções interativas, que fazem o espectador se sentir dentro da ação, costumam trazer resultados satisfatórios.

5. O tamanho dos vídeos importa muito

Estatísticas da Wistia mostram que, quanto maior a duração do vídeo, menor a taxa de retenção e de engajamento. Filmes de até 2 minutos têm as melhores estatísticas e são um bom parâmetro para campanhas publicitárias. Muitas delas, porém, também funcionam bem com vídeos de 30 a 60 segundos.

Uma estratégia segura é assumir que o seu público é ocupado e não tem tempo a perder. O ideal é transmitir a mensagem no menor intervalo possível, sempre tomando cuidado para não pecar pela falta de informação. Se necessário, pode-se produzir uma série de vídeos para que não seja preciso publicar conteúdos longos demais.

6. Os dispositivos móveis não podem ser esquecidos

Nem precisamos falar que os smartphones estão por toda a parte e que já são o principal meio de acesso à internet dos brasileiros. Por isso, se você vai produzir filmes publicitários para serem utilizados na rede, não se esqueça de considerar os dispositivos móveis.

Com a tela reduzida, alguns detalhes podem se perder e você, com certeza, não quer isso para a sua campanha. Produza páginas e vídeos que sejam responsivos, ou seja, que se adaptem ao tamanho do meio de acesso utilizado pelo público.

7. Traçar objetivos e mensurar o resultado das campanhas deve fazer parte da rotina

Por fim, não podemos deixar de mencionar que as campanhas em vídeo também precisam ter objetivos definidos, portanto, os resultados devem ser medidos.

Ao iniciar a construção do roteiro, você e a equipe de produção precisam definir juntos qual o foco do filme, que pode ser, por exemplo, divulgar um novo produto, ampliar o reconhecimento da marca ou gerar engajamento, isso é, convidar o público a tomar uma ação.

Como já falamos, quanto mais específico o material, maior a chance de ele atingir o receptor em cheio e isso também vale para o objetivo. Posteriormente, é hora de contabilizar os resultados. A vantagem do marketing digital é que fica mais fácil medir itens como taxa de retenção e número de visualizações.

Sendo assim, defina suas métricas e meça o resultado de cada vídeo. Utilize essas informações para conhecer o seu público, nortear futuras campanhas e otimizar investimentos.

Ressaltamos que os filmes publicitários representam uma ferramenta importante para as campanhas online e offline. Para tirar melhor proveito deles, é preciso conhecer o público e criar um conteúdo inovador, interativo e de alta qualidade.

Quer começar a produzir filmes publicitários que geram resultados agora mesmo? Então, não perca mais tempo e entre em contato com a gente!

Como mostrar o sucesso de uma ideia de marketing para meu diretor?

Não apenas uma dúvida, mas também uma das maiores dificuldades que os responsáveis por atrair os consumidores encontram: como mostrar o sucesso de uma ideia de marketing para os diretores?

Pois é, se já não bastasse todo o trabalho para desenvolver as estratégias, os profissionais dessa área ainda terão pela frente a dificuldade em fazer a diretoria entender que as ações realizadas estão surtindo efeito.

E foi pensando justamente nisso que preparamos este artigo. Se você se identificou com o problema, saiba que está no lugar certo, pois aqui nós vamos apresentar o que deve ser feito para provar o valor da sua ideia de marketing. Não perca a leitura. Confira!

Detalhar as estratégias

O primeiro passo não poderia ser outro a não ser o detalhamento das estratégias. E por que isso é tão importante? A resposta: porque se você não especificar as ações a serem tomadas e quais são os seus objetivos, dificilmente você fará com que os diretores entendam a sua ideia de marketing. Simples assim.

Portanto, capriche nesse quesito, e não se esqueça de falar que é possível incrementá-las à medida que os resultados comecem a aparecer. Aliás, lembre-se, também, de dizer que eles serão monitorados em tempo real.

Mensurar os resultados

Logicamente, a mensuração dos resultados exigirá um cuidado todo especial. Sobretudo, atente-se as seguintes métricas:

Custo de Aquisição por Cliente (CAC)

Medida para obter o valor gasto para realizar uma nova venda. A fórmula é a seguinte:

CAC = Valor investido na campanha / número de vendas

Ex: CAC = R$ 5.000,00 / 100

CAC = R$ 50 por cliente

Vale ressaltar que para determinar se o CAC é alto ou baixo será preciso considerar o ticket médio da empresa. Isso é fundamental.

Custo por Lead (CPL)

Semelhante ao anterior mas com a diferença de que agora é o custo por lead, a fórmula do CPL é:

CPL = Valor investido na campanha / quantidade de leads gerados

Ex: (igual ao cálculo do CAC)

Retorno Sobre o Investimento (ROI)

Para medir a porcentagem de lucro proporcionada pelas campanhas, o ROI é seguramente a métrica mais certeira para mostrar o sucesso da sua ideia de marketing. A conta é feita assim:

ROI = [(Lucro – Custo do Investimento) / Custo do investimento] x 100

Ex: ROI = [(R$ 80.000,00 – R$ 20.000,00) / R$ 20.000,00] x 100

ROI = (R$ 60.000,00 / R$ 20.000,00) x 100

ROI = 3 x 100

ROI = 300%

Nessa situação, o ROI de 300% significa que para cada R$ 1,00 investido na sua campanha você ganhou R$ 3,00 de lucro.

Preparar a apresentação

E por último, mas não menos importante, está a apresentação dos resultados à diretoria: é nesse momento onde você de fato mostrará o sucesso da sua ideia de marketing.

Aqui, somente mostrar as métricas acima descritas pode não ser o suficiente, embora necessário. O ponto a destacar, nesse caso, é a importância de atrair a atenção dos diretores de uma forma impactante.

Para isso, não há nada melhor do que uma apresentação em vídeo. Conte uma história, vá além, aproveite-se das possibilidades dessa abordagem, como gravações, entrevistas, animações, trilha sonora e outras tantas.

Crie um roteiro pensando em causar efeito na audiência, isto é, nos diretores. Com essa mídia, você não precisará ficar explicando cada informação, pois além de dinâmica e eficiente, ela fala por você.

O que achou deste artigo? Gostou? Então o compartilhe em suas redes sociais para que os seus colegas de profissão também o vejam!

Vídeo Marketing: saiba por que incluir o vídeo na sua estratégia de Marketing Digital

Você está em busca de motivos para começar a investir em campanhas de Vídeo Marketing ou cogitando incluir a estratégia no planejamento? Pois saiba que a sua empresa está prestes a usufruir de uma excelente fonte em termos de publicidade!

Nos últimos anos, devido ao surgimento de canais como o YouTube e o alto compartilhamento de vídeos nas redes sociais e aplicativos móveis, houve uma verdadeira consolidação do formato audiovisual como instrumento de divulgação.

Então, se você deseja ter acesso a números que justifiquem tal afirmativa, vale a pena conferir alguns insights deste infográfico, produzido pela Hubspot, que dão mais contraste ao poder dos vídeos como estratégia de Marketing Digital:

  • a quantidade de vídeos postados em 1 mês ultrapassa o número de vídeos que a televisão criou em 30 anos;
  • 500 milhões de pessoas assistem a vídeos no Facebook diariamente;
  • 82% dos usuários do Twitter assistem conteúdos de vídeo na plataforma;
  • 69% dos profissionais de marketing, vendas e negócios fazem Vídeo Marketing;
  • 96% das empresas planejam incluir o vídeo nas estratégias de Marketing de Conteúdo.

Certo, o Vídeo Marketing é visto como uma estratégia altamente atrativa e rentável para as empresas. Porém, o que explica isso? E o que está perdendo a empresa que não investe nisso?

Para responder a esses e outros possíveis questionamentos, trataremos neste post da importância dos vídeos para o Marketing Digital, bem como dos fatores que fazem desse formato algo tão atrativo, além de apresentarmos 2 casos de campanhas bem-sucedidas.

Então, Vamos começar?

A importância do Vídeo Marketing nos dias atuais

Entender a relevância dos vídeos em campanhas de publicidade vai muito além do número de views e outras métricas de vaidade. De pouco (ou nada) adianta, por exemplo, um vídeo atingir mil visualizações se 95% do público nem mesmo visitar o site da empresa.

Na verdade, a importância do Vídeo Marketing passa diretamente pela capacidade de:

  • ampliar os horizontes da empresa (fazendo com que ela alcance um público maior);
  • influenciar na decisão de compra do cliente;
  • transformar as plataformas online em novos canais de aquisição de clientes e leads.

Bom, que tal explorarmos mais profundamente esses benefícios?

O poder de alcance do Vídeo Marketing

Os números acerca dos vídeos — sobretudo quanto às visualizações — não deixam dúvidas de que o formato chama muito a atenção do público em geral, a ponto de 60% das pessoas preferirem assistir vídeos online em vez da TV.

Se você não abre mão dos dados, estudos feitos pela Cisco apontam que os vídeos representarão 82% de todo o tráfego da Web até o ano de 2021. Imagine o quanto esse implacável crescimento, somado à diversidade de canais e vias de acesso, pode contribuir para a divulgação da empresa, de sua marca e seus produtos!

Somente no Facebook, existem mais de 1 bilhão de usuários — dos quais, pelo menos, 25% assistem vídeos na rede todos os dias —, fora as outras mídias sociais altamente populares. No YouTube, o total de horas assistidas mensalmente chega a 3.25 bilhões.

Enfim, inegavelmente, a combinação entre vídeo e Internet deu muito certo. Unindo conteúdos de vídeo bem produzidos a uma campanha de Marketing Digital, o nome da sua empresa tem tudo para chegar mais longe do que se pode imaginar.

E provas disso não faltam — conforme veremos mais adiante, nos casos de sucesso —, afinal, muitos indivíduos, marcas e empresas já se deram bem com a viralização de seus conteúdos de vídeo.

A influência dos vídeos para as vendas

Percebendo a influência do vídeo no processo de decisão dos consumidores, as campanhas audiovisuais nas plataformas digitais passaram a fazer parte da vida do internauta, e as empresas têm obtido resultados incríveis nesse sentido.

Isso porque os vídeos, tanto para vendas B2C quanto B2B, são a melhor forma de fornecer informações relevantes de maneira inteligível, autêntica e convincente — ou seja, eles facilitam a argumentação de venda.

Supondo que a empresa XYZ venda uma solução complexa, como um software de geoprocessamento, por exemplo, desenvolver conteúdos escritos sobre o produto será fundamental para a divulgação, enquanto os vídeos serão cruciais para a apresentação do software e todos os seus recursos, trazendo a confiabilidade que o cliente necessita.

Agora, partindo para um lado menos formal, na indústria do entretenimento temos uma grande referência na exploração de vídeos como conteúdo rentável e publicitário: a Lego.

A empresa produz filmes cujos trailers são divulgados na Internet e que geram enorme bilheteria. Ou seja, vende um conteúdo de vídeo, divulgado por meio do Vídeo Marketing, ao mesmo tempo em que fortalece a marca, fazendo com que crianças, jovens e jovens adultos se interessem pelos brinquedos.

Plataformas digitais como canais de conversão

Utilizar as plataformas da Internet como vias de acesso para o público-alvo interagir com a empresa é, também, um dos maiores destaques envolvendo o uso de vídeos.

Nas propagandas televisivas, por exemplo, a empresa apenas faz o seu anúncio na emissora e aguarda pelos resultados, monitorando o tráfego no site e acompanhando a quantidade de pessoas que entram na loja física e o quanto isso se refletiu em aumento nas vendas.

Quando uma campanha de Vídeo Marketing é feita — seja isoladamente, seja em conjunto com os anúncios em TV, rádios e mídia impressa — o consumidor tem a possibilidade de interagir diretamente com a empresa para solicitar mais informações sobre o que foi anunciado, como adquirir o produto ou saber como ele pode ser útil.

Portanto, tendo um bom produto para vender e uma ótima produção audiovisual para atrair o público, o Vídeo Marketing é um excelente meio de trazer um número expressivo de pessoas para o site.

Vídeos despertam emoções e sentimentos

Vale a pena enfatizar a capacidade que os vídeos têm de cativar as pessoas, seja atendendo às suas expectativas ao fornecer um conteúdo que cumpre o que promete, seja surpreendendo com algo impactante a ponto de proporcionar o brilho nos olhos ou um sorriso espontâneo.

Quando coisas incríveis são registradas em vídeos, elas fazem história. Portanto, não tenha dúvidas de que, se a sua campanha de Vídeo Marketing aguçar os sentimentos do público (curiosidade, emoção, alegria, motivação etc.), ele sempre se lembrará da sua marca.

Tanto que é bem provável que você já tenha se deparado com, ao menos, uma das duas campanhas que mencionaremos a seguir.

Campanhas de Vídeo Marketing bem-sucedidas

Old Spice —The Man Your Man Could Smell Like

A Old Spice ficou bastante conhecida pelos seus comerciais peculiares, sempre carregados e cômicos, e, é claro, pelas aparições de Terry Crews na maioria deles.

A campanha em questão, intitulada “The Man Your Man Could Smell Like”, teve grande repercussão e gerou uma nova campanha, intitulada “Responses”, que promoveu a interação com 185 pessoas que gravaram um vídeo em resposta.

Google Android — Friend Furever

Os animais costumam protagonizar vários momentos marcantes, não acha? Pois o Google concorda plenamente!

Tanto que a sua campanha de Vídeo Marketing para o Android, intitulada “Friends Furever” — cujo conteúdo em vídeo exibe laços de amizade entre animais de diferentes espécies — foi uma aposta da empresa que deu muito certo: o vídeo foi compartilhado mais de 6 milhões de vezes!

Enfim, como vimos, é inegável a tamanha importância do Vídeo Marketing nos dias de hoje. Agora, se você gostou deste conteúdo, aproveite para curtir a nossa página no Facebook e não perca os próximos!