Noa mesa do bar, no marketing digital e no audiovisual: são poucos os que conseguem contar uma história com começo, meio e fim no completo improviso — e ainda receber elogios. O resto do mundo, entretanto, precisa saber o que é roteiro antes de tomar fôlego.

Afinal de contas, a capacidade de causar impacto e emoções distintas na sua audiência é uma arte. Só que toda manifestação artística exige planejamento e uma orientação, por menor que seja, para o artista. É aí que entra o papel do roteiro.

Ao longo deste artigo, nós vamos explicar o que é roteiro e a sua relevância na produção de vídeos, além de apontar algumas dicas para montar o seu e colher, na prática, os benefícios dessa estratégia para o seu negócio. Boa leitura!

O que é roteiro?

Ao idealizar um vídeo, você deve saber, antecipadamente, qual é a mensagem principal da sua história, em quanto tempo ela vai ser transmitida e qual será o processo lógico de filmagem.

Por meio do roteiro, você tem um guia que explica como o seu vídeo vai ser feito. Podemos considerá-lo um mapa com toda a narrativa e o descritivo da história, para que os profissionais envolvidos na produção traduzam a ideia em enquadramentos, cenas e diálogos fiéis.

Logo, é fácil perceber o que é roteiro e onde ele se encaixa na produção audiovisual: ele está na etapa preliminar, antes mesmo de gravar qualquer cena.

Qual é a importância do roteiro?

Agora que vimos o que é roteiro, vamos nos aprofundar na importância desse documento para aumentar o potencial do seu vídeo?

Pense que as grandes cenas da história do cinema só foram perfeitamente executadas porque, antes, os diretores geral e de fotografia tinham em mãos o roteiro e sabiam toda a essência por trás daquela cena. A intenção, a emoção, o objetivo… Tudo já esclarecido.

Com isso, o roteiro permite que os produtores audiovisuais “visualizem” a cena antes de filmá-la. Só que essa não é a única parte relevante em saber o que é roteiro, afinal, ele também é essencial para outras questões, como:

  • facilitar a logística do cronograma de filmagens, antevendo a ordem mais econômica e objetiva para filmagens em menos tempo e com menos imprevistos;
  • evitar que ideias sejam filmadas da maneira errada ou que contenha conceitos redundantes;
  • permitir um planejamento maior para a sua estratégia de conteúdo;
  • reduzir o retrabalho por ter que filmar novamente algo que faltou, na realização do vídeo, e para dar mais consistência ou coerência à produção;
  • auxiliar no processo de pós-produção, quando o material bruto passar pela edição e finalização.

Dessa maneira, seja para um vídeo institucional, um roteiro publicitário ou uma animação, entender o que é roteiro ajuda a otimizar, ao máximo, o seu tempo e investimento para produzir um vídeo mais rápido, com economia e de acordo com os seus objetivos!

Vale destacar, também, a importância de produzir vídeos que realmente impactem a sua audiência. Afinal, mais de um bilhão de horas são visualizados, no YouTube, todos os dias! É essencial produzir um conteúdo relevante e que desperte o interesse do seu consumidor em meio a tantos outros vídeos.

Como fazer um bom roteiro?

Para fazer o seu vídeo viralizar, é inegável a importância de um bom roteiro, em primeiro lugar. A seguir, destacamos alguns elementos prévios que ajudam na elaboração de um material rico para o seu público-alvo:

  • objetivo do vídeo;
  • perfil do público-alvo;
  • prazo para a sua execução;
  • orçamento;
  • formato de vídeo;
  • abordagem (formal ou informal);
  • locações para a filmagem (em locais externos ou em estúdio).

Com essas informações, você já encontra os parâmetros iniciais para criar uma ideia que caiba no orçamento e prazos estipulados. Já tem também um direcionamento inicial a respeito do conceito da mensagem que será transmitida.

Além disso, é crucial que você entenda o perfil do seu consumidor. De nada adianta a criação de um melodrama, por exemplo, se o seu público consome exclusivamente vídeos leves e bem-humorados. Some a isso as nossas dicas abaixo:

Características de um bom roteiro

Especialmente, em uma época de urgências promovidas pelo dinamismo da era digital, você tem que cativar o espectador logo nos primeiros segundos. Não há tempo para “enrolar”, senão o usuário abandona o seu vídeo e parte para o conteúdo seguinte.

Concisão, objetividade e criatividade, então, são os elementos que você deve equilibrar ao longo do roteiro. Além disso, convém saber tudo a respeito das técnicas de storytelling. A arte de contar uma história que emocione, em poucos segundos, é um desafio que só tende a ser enriquecido pelas boas práticas do storytelling.

Quais são os riscos em produzir um vídeo sem roteiro?

Antes de finalizar o nosso artigo sobre o que é roteiro e a sua relevância para o audiovisual, vamos entender quais são os problemas em filmar sem esse guia nas mãos? Para facilitar, reunimos os principais riscos em uma lista que pode servir de checklist para você:

  • o planejamento se torna secundário, já que ninguém vai saber a ordem para filmar as cenas — e sequer saber quais são, de fato, as cenas do vídeo;
  • o orçamento corre sério risco de estourar, pois o roteiro ajuda na logística do cronograma de filmagens;
  • a sequência de ideias pode perder a sua lógica e o poder de impacto com a sua audiência;
  • o tempo de produção da sua equipe é desvalorizado, já que o roteiro ajuda na otimização do trabalho;
  • o retorno pode sair abaixo do esperado, e os elevados custos de produção vão se traduzir em mais prejuízos para o seu negócio.

Ou seja: entender o que é roteiro é apenas uma das partes essenciais para estabelecer uma rotina de produção de vídeos. É ainda mais relevante saber como produzi-lo e fazer uso desse documento para agregar muito mais valor à sua marca, que tem como objetivo encantar a sua audiência por meio do audiovisual.

Se está se perguntando quais ideias podem gerar mais audiência para o seu empreendimento, convidamos você a conferir também os 6 tipos de vídeos que a sua empresa pode explorar!